Notícias‎ > ‎

Mais um cliente da BiZZdesign reconhecido pelo Forrester and InfoWorld EA Awards - CSL Behring

postado em 27 de set. de 2020 10:59 por Antonio Plais   [ 27 de set. de 2020 11:02 atualizado‎(s)‎ ]
O concurso Forrester/InfoWorld Enterprise Architecture (EA) Awards busca as histórias mais impactantes sobre liderança em Arquitetura Corporativa e impacto concreto nos negócios. Os vencedores em 2020 mostram o valor de um relacionamento estreito com o negócio, uma sólida visão para habilitar a transformação digital, e práticas efetivas de governança - para não mencionar a necessidade de uma resposta de alta prioridade para a pandemia global da COVID-19!
Um dos clientes de referência da BiZZdesign, a CSL Behring, uma das ganhadoras em 2020, vem se juntar a outros clientes vencedores em edições passadas, como a Arizona Public Service, em 2019, e o South State Bank, em 2016.

CSL Behring

Quando a CSL Behring, uma empresa de biotecnologia baseada na Pensilvânia, EUA, embarcou na sua jornada de transformação digital, sua divisão de tecnologia de negócio foi confrontada com a adoção de plataformas modernas de tecnologia para guiar a eficiência e a inovação. A equipe de Arquitetura corporativa da CSLB enfrentou este desafio por meio da reinvenção da função de arquitetura perseguindo os quatro pilares descritos a seguir:

1. Transformar sua função de Arquitetura Corporativa, enfatizando a interação com as áreas internas do negócio através de toda a cadeia de valor

Uma nova Gerente de Arquitetura Corporativa foi nomeada, e a equipe de Arquitetura Corporativa enxuta foi reestruturada para ter um arquiteto dedicado para cada uma de suas áreas principais (Pesquisa e Desenvolvimento, Manufatura, e funções de suporte comercial e global). Isso permitiu que a equipe construísse confiança com os seus parceiros de negócio e partes interessadas, documentassem as capacidades de negócio, facilitassem as sessões de design-thinking, capturassem os mapas de jornada do cliente, e traduzissem os resultados esperados do negócio em estratégias e padrões de tecnologia. Os ativos criados pela equipe de Arquitetura Corporativa aceleraram a tomada de decisão para o negócio em pelo menos duas vezes, enquanto identificando dez vezes mais oportunidades para consolidação das tecnologias.

2. Adotar plataformas de tecnologia e arquitetura de aplicativos modernas

A equipe de Arquitetura Corporativa desempenhou um papel fundamental no entendimento das plataformas de tecnologia modernas ou emergentes, analisando a aplicabilidade destas tecnologias às necessidades do negócio e definindo padrões e orientações para implementação. Nos últimos doze meses, a equipe de Arquitetura Corporativa também lançou os seguintes Centros de Excelência (CoE) em colaboração com as equipes multifuncionais de execução: um CoE de Automatização Robotizada de Processos (RPA) e um CoE de Integração de Plataformas Corporativas.

A equipe de Arquitetura Corporativa também analisou oportunidades de consolidação de sistemas com escopo funcional similar, modernizar sistemas legados e arquiteturas de aplicativo sempre que viável, e alavancar as ofertas de nuvem pública por meio de uma estratégia "nuvem primeiro", multi-nuvem e nuvem híbrida. O CoE RPA foi lançado em meados de 2019 e realizou mais de uma economia anual projetada de mais de 20.000 horas/ano (aproximadamente 10 FTEs) nos primeiros doze meses após o lançamento.

A equipe de Arquitetura Corporativa introduziu uma plataforma de Arquitetura Corporativa na CSL (a ferramenta BiZZdesign HoriZZon1), baseada nas necessidades de negócio e de tecnologia da empresa, e selecionou a MuleSoft como padrão técnico baseada no seu registro de 445% de ROI (de acordo com os estudos Total Economic Impact™ [TEI] da Forrester. Mais ainda, uma arquitetura compartilhada entre a CSL Behring e sua empresa-irmã Seqirus, o que levou a economias conjuntas superiores a USD 1 milhão até hoje.

Por fim, mas não menos importante, a equipe de Arquitetura Corporativa propôs uma estratégia de computação em multi-nuvem e nuvem híbrida completa, e selecionou os parceiros fornecedores apropriados para habilitar a rápida inovação para as necessidades do negócio que promete aproximadamente 20% de economias operacionais por meio da transferência de seu centro de dados proprietário.

3. Aumentar o framework de governança

Dentro da função de tecnologia de negócio da CSL Behring, a equipe transformada de Arquitetura Corporativa foi responsável por operacionalizar um framework de governança estratégica e estabelecer um conselho de tecnologia corporativo. O mecanismo de governança foi revisado e foram aprovados até hoje mais de 25 padrões e estratégias de tecnologia no nível corporativo, fornecendo insumos para a racionalização do portfólio de aplicativos. A governança bem definida por todo o ciclo de vida da tecnologia garante a aderência das estratégias e padrões de tecnologia identificados, o que, por sua vez, leva para a eficiência operacional. Até hoje, foi obtida uma economia estimada de USD 50 milhões.

4. Aumentar as competências das equipes de arquitetura de soluções e de implementação

Por último, mas não menos importante, a equipe de Arquitetura Corporativa também forneceu treinamento de tecnologia e suporte no dia-a-dia para as equipes de implementação multifuncionais e lançou um Fórum Estratégico de Tecnologia do Fornecedor, onde fornecedores tais como AWS, AT&T, Cisco, Microsoft, MuleSoft e SAP compartilham os roteiros de evolução de seus produtos/soluções com a Comunidade de Prática de Arquitetura da CSL Behring. Além disso, a Diretora de Arquitetura Corporativa também ajudou a organizar um workshop de design thinking, no Centro de Tecnologia da Microsoft, com todas as equipes de arquitetura corporativa, excelência operacional e aplicativos corporativos de forma que as equipes de TI pudessem conhecer melhor seus clientes de negócio e entregar uma experiência de usuário e do cliente (UX/CX) melhor por meio de suas soluções. O aumento das competências através de todas as Comunidades de Prática da Arquitetura garante um suporte melhor para as plataformas modernas ou emergentes e aumentou a Pontuação Líquida do Promotor (NPS-Net Promoter Score) para a função de Arquitetura Corporativa em 2 pontos (medido por meio de pesquisas).

Além disso tudo acima, durante a COVID-19 e equipe de Arquitetura Corporativa liderou uma força-tarefa de enfrentamento da pandemia, como ordenado pelo CIO, e garantiu os seguintes resultados de negócio: trabalho remoto para todos os empregados e continuidade de todas as áreas da TI. A equipe de Arquitetura Corporativa alinhou o escopo e o foco da TI, definiu três fluxos de trabalho para garantir todos os resultados de negócio, identificou uma força de trabalho multifuncional de TI, realçou as lacunas abertas, e co-criou planos de mitigação. Um total de 24 riscos empresariais foram identificados pelas três fluxos de trabalho, que foram então categorizados em áreas de baixo/médio/alto impacto e probabilidade. Estes riscos foram metodicamente mitigados junto com a força de trabalho multifuncional.

Os três fluxos de trabalho foram:
  1. Trabalho de Casa (WFH-Work from Home): foco na liderança de medidas como capacidade de rede, capacidade de VPN, requisitos do Citrix, e capacidade de service desk.
  2. Continuidade do Negócio: foco nos aplicativos críticos que precisavam ser suportados durante esta situação, incluindo as operações dos seus centros de dados.
  3. Comunicações: permitir que as forças-tarefas publicassem orientações significativas, tais como um Guia para Trabalho em Casa, guia para a plataforma de colaboração Teams, e guia para segurança cibernética.
Graças aos esforços multifuncionais não houve qualquer interrupção séria em qualquer dos serviços de TI da CSL Behring.

Tobias Verbist, Diretor de Arquitetura Corporativa e Inovação da Digipolis, Antuérpia, disse: "Este é um excelente exemplo do valor adicionado pela Arquitetura Corporativa, por meio da definição e execução de uma clara estratégia de Arquitetura Corporativa 2.0." Kevin Tracy, Gerente do Escritório de Gerenciamento da Arquitetura na Ford Motor Company, acrescentou, "Que bom que a CLS Behring está pensando no futuro por meio do investimento contínuo nos seus talentos".

Parabéns a toda a equipe da CSL Behring pelo excelente trabalho realizado e pelo imenso valor de negócio que a sua prática de Arquitetura Corporativa proporciona para a empresa. Você pode conhecer mais sobre a história de transformação da equipe de Arquitetura Corporativa da CSL Behring assistindo a esta apresentação 


[1]  O BiZZdesign HoriZZon é suportado no Brasil pela Centus Consultoria, parceira da BiZZdesign